fazenda Santana 25 anos unnamed.jpg

NOSSA RECEITA É TROPICAL     

 

Desde 1974, nós, da Sant’Anna, entendemos que o futuro da produção de alimentos para o mundo passa pela pecuária e pela agricultura na faixa tropical do planeta, integradas ao meio ambiente, com tecnologia e inovação. Desde o princípio, buscamos permanentemente criar soluções próprias e adaptadas a essa missão.

 

Escrevemos uma história única, de total honestidade com nosso propósito, sempre com escolhas milimetricamente pensadas para agregar ao objetivo maior de viabilizar a agropecuária nos trópicos. Com total comprometimento com a preservação ambiental, conquistamos a ISO 14001 em duas propriedades. Nelas, medimos e controlamos todo o impacto ambiental de nossas atividades. Neste sentido, criamos e aprimoramos ferramentas de produção no Brasil, visando a possibilitar que outras regiões do mundo consigam produzir com essas tecnologias, contribuindo, assim, com a segurança alimentar nesta nova etapa demográfica e de consumo global.

 

Nesta caminhada, utilizamos diversas ferramentas. Produzimos Nelore, buscando todas as funcionalidades econômicas que levam a mais eficiência e, consequentemente, mais sustentabilidade, sem perder a rusticidade e a caracterização racial. Fomos, também, pioneiros ao sequenciar o genoma funcional da raça e sua importância econômica para a produção de carne, em conjunto com a UNESP/FAPESP.

 

Trabalhamos o Brangus de forma inovadora em nossa região, a partir do Nelore. E, em conjunto com a marca Rubayat, chegamos ao prato dos consumidores mais exigentes do Brasil em qualidade de carne.

 

Criamos a Central Bela Vista com uma visão moderna, que prioriza a liberdade do produtor na industrialização e na disseminação de sua genética, através da prestação de serviços nesta área ao produtor, revolucionando o negócio de inseminação no Brasil.

 

Participamos ativamente de programas de Melhoramento Genético. Estamos e estivemos na vanguarda da criação do Brahman no Brasil, priorizando as linhagens mais adaptadas ao nosso ambiente.

 

Todas essas ferramentas são soluções tecnológicas com identidade própria, que respondem com qualidade e performance à tarefa de produzir alimentos nos trópicos. Elas selam o compromisso da Sant’Anna de contribuir para a viabilização da produção de alimentos no Brasil e no mundo.

 

Um modelo completamente original, que começa nos campos de nossas fazendas e que, atualmente, segue até os pontos de venda com a Pardinho Artesanal, nossa marca premiada de queijos. A Pardinho que também produz vinhos, suínos e, em breve, embutidos. Marca cada dia mais respeitada pelo mercado e pela alta gastronomia. Mais do que tudo isso, a Pardinho reflete, em seus sabores, o potencial do meio ambiente em que foi criada. Queijos inéditos de leite cru de vacas Gir e Girsey, cruzamento que acreditamos ser muito adequado para a produção de leite em nosso clima, focando qualidade e desempenho a pasto. Suínos que valorizam raças antigas e tradicionais brasileiras, bem como o vinho de fermentação natural com uvas de verão que resumem, de fato, o terroir regional.

 

Hoje, a Pardinho Artesanal coloca a Sant’Anna lado a lado com os consumidores das principais cidades do Brasil e do mundo.

 

A Sant’Anna nunca para. Levamos para nossas terras tudo o que aprendemos com nossos exigentes clientes, ao longo de toda a cadeia produtiva.

 

Aprendemos diariamente com nossa história e com nosso presente, com as duas pontas da cadeia produtiva, com nosso clima, nosso solo e com nossos diversos parceiros e clientes. E retribuímos criando soluções tecnológicas de última geração, que têm como objetivo estimular e contribuir com a produção de alimentos nos trópicos.

 

Sant’Anna. Nossa receita é tropical.

Sant’Anna
Sant’Anna

press to zoom
Sant’Anna
Sant’Anna

press to zoom
Sant’Anna
Sant’Anna

press to zoom
Sant’Anna
Sant’Anna

press to zoom
1/4

(18) 3265-1329 / 3265-1556 / 3265-1361

(34) 3319-0700 / 3319-0707

fazendasantanna.com.br