Buscar
  • Mara Ramos

Confraria faz primeira reunião de planejamento

A reunião aconteceu no dia 7, com a presença da diretoria da entidade e o planejamento foi apresentado e aprovado pelos membros presentes


Cerca de trinta membros da Associação Confraria da Carcaça Nelore, ACCN, estiveram na Central Tairana nos dias 7 e 8 de outubro, quando deliberaram sobre a realização da Prova de Eficiência Alimentar, Leilão e participação na Expogenética/22, além de definir sobre questões operacionais, montar comissões de trabalho, avaliar as ações deste ano e participar de uma confraternização cujo cardápio incluiu carne gourmet de animais Nelore.


O grupo avaliou como positiva a participação na Expogenética, assim como a realização do 1º. Leilão e a própria fundação da entidade, representando um grande avanço para o projeto de carne de qualidade no Brasil.


“Estamos começando e o momento é de avaliar, criar e corrigir os rumos do trabalho. Esse ano tiramos várias lições para o futuro e a reunião de planejamento é justamente a oportunidade que temos de avaliar e melhorar continuamente”, afirmou o presidente da entidade, Humberto Tavares.

Uma das decisões é que a reunião de planejamento deve se repetir anualmente, a exemplo do que acontece nas entidades mais profissionalizadas do mundo. “Reunir diretores e membros da ACCN para fazer um balanço das atividades realizadas e planejar o futuro é um caminho importante para alcançar os nossos objetivos”, afirmou.


Para a diretoria, um ponto fundamental é que esse modelo de trabalho contribui para o incentivo às novas gerações. “Alguns jovens, filhos de criadores membros da Confraria, já estão participando ativamente das atividades e nossa meta é estimular e motivar a nova geração para assegurar a perenidade dos projetos e da própria entidade”, explicou Tavares.


O grupo também definiu as regras de participação na 1ª. Prova de Eficiência Alimentar da Confraria, que deve selecionar os oito animais Top que estarão presentes na Expogenética/22. A Prova representa um momento importante para a Confraria, pois irá definir padrões e critérios técnicos de seleção para o teste de progênie e para a seleção dos animais que estarão na Expogenética e que participarão do 2º. Leilão da Confraria.


A coordenação da Prova será do Professor Augusto II, da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, FMVZ, da Unesp Botucatu e os animais estarão alojados na Central Bela Vista, que inaugura uma nova estrutura, ampliando sua capacidade de produção, pesquisa e desenvolvimento.


Técnicos da própria Confraria e da DGT farão a seleção prévia dos animais destinados à prova. “Ao final a prova deverá indicar o grupo de animais representativos do melhoramento que somos capazes de fazer no Nelore.. Por já estarem na Central Bela Vista, poderão ser contratados e essa genética será disponibilizada aos membros da Confraria”, explicou Tavares.


O compartilhamento de informações e de genética entre os confrades é um dos objetivos da entidade, que tem como associados criadores da raça Nelore que tenham projetos relacionados à qualidade de carcaça, com o uso da tecnologia da Ultrassonografia.

Liliane Suguisawa, diretora da DGT Brasil, relembrou emocionada do longo caminho percorrido desde o início do uso da tecnologia de US no Brasil.


“Tenho falado em todo o Brasil há mais de quinze anos sobre o lugar que o nosso Nelore pode chegar. Ver a evolução desse conceito se concretizar num projeto tão consistente quanto o da Confraria é muito gratificante”, afirmou.

Jorge Camargo, do Nelore Birigui, participou pela primeira vez de uma reunião presencial da Confraria e afirmou que valeu a pena a vinda até Prudente. “Estar em contato direto com os confrades e trocar informações é muito positivo para todos. Da mesma forma, a participação mais efetiva na Confraria foi para mim uma experiência muito produtiva, por isso incentivo a todos os Confrades a estar presentes nas próximas oportunidades”, comentou.


A próxima reunião da Confraria, acontece no dia 28 de janeiro de 2022, durante o 3º. Dia de Campo da Fazenda Araponga, em Jaciara, MT.



Reportagem publicada na edição de novembro de 2021 da revistanelore. Leia a edição completa AQUI.