Buscar
  • Mara Ramos

Expo Elite Nelore Paraná reflete vigor e juventude na Raça

Após dois anos sem atividades, entidade promove exposição para fomentar o mercado. Evento também contou com leilões de elite da Nelore Serilon.

A Associação dos Neloristas do Paraná, ANEL, movimentou o Parque de Exposições Ney Braga em Londrina, PR, nos dias 28 e 29 de outubro, quando reuniu mais de 80 animais e dezenas de criadores para a 1ª. Expo Elite Nelore Paraná.


O evento chamou a atenção pela quantidade de novos criadores no Nelore PO que, em sua maioria, iniciaram a criação para suprir a própria demanda de touros, além de assegurar a produção, uma vez que o Paraná segue com barreira sanitária fechada. Essa nova safra de criadores também reflete o espírito jovem da entidade, dirigida por Paulo Antônio Abrão Filho.


“O estado do Paraná sempre foi um símbolo para a criação de Nelore no Brasil. Além de concentrar grandes criatórios, fizemos história nas primeiras importações da Índia”, relembrou Paulo, destacando que os criadores do Paraná sempre estiveram presentes nas pistas de todo o Brasil.

Em sua avaliação, nos últimos anos a pecuária perdeu espaço para a agricultura e as pistas refletiram essa redução, por isso, a entidade trabalha com incentivo aos novos criadores, buscando animais melhoradores do rebanho comercial. A retomada da exposição presencial, foi uma forma de acelerar esse fomento.


“Temos obrigação de estimular o mercado e os criadores da nossa região. O fechamento da barreira sanitária também trouxe a necessidade de melhorar o nível da produção PO aqui no Paraná”, relatou.

Lincoln Sadao Makuta é criador há dois anos e já levou o troféu de Grande Campeã do evento para casa. Oriundo de São Sebastião da Amoreira, no Paraná, Makuta acredita que ter a melhor genética em sua criação fará diferença no futuro. “O que fazemos bem-feito tem chance de prosperar, por isso escolhemos os melhores animais para nosso plantel PO”, afirmou.


Com julgamento de Felipe Afonso, assessorado por Kauê Souza, os animais foram avaliados nas diversas categorias, sendo o Grande Campeão Gladiador FIV Nery, de Fernando Nery de Barros e Reservado Grande Campeão Russo FIV da VEAI, de Cássio Tottene. Já a Grande Campeã foi Karen FIV da Serilon, de Lincoln Sadao Makuta e a Reservada Grande Campeã Jennifer FIV Nelore CA, de Cássio Tottene. Fernando Nery de Barros ainda levou os troféus de Melhor Criador e Melhor Expositor.


Fernando Nery e família recebem a premiação de melhor criador e melhor expositor.

A partir de agora, a ANEL está direcionando seus esforços para o retorno da Exposição presencial em Londrina, em abril/22. Além da pista a ideia é trazer também um evento técnico, para orientar os criadores presentes. “A Associação estará empenhada em fazer um grande evento para a raça Nelore”, afirmou o presidente da entidade.


Leilão Serilon


Além da Exposição, o evento contou com dois leilões promovidos pelo Nelore Serilon, de Cássio Tottene. No dia 29 o público presente na Exposição, prestigiou os Leilões Elite Serilon e convidados especiais, com faturamento total acima de R$ 4 milhões, sendo o maior lote a fêmea Bugatti FIV da RS, vendida 50% por R$ 444 mil. A média das fêmeas foi de R$ 200 mil e o macho de central teve valorização em R$ 546 mil. O maior comprador do Leilão foi a Vale Sorte, do investidor Renato Ambrósio.

Os anfitriões dos Leilões Elite Serilon e convidados especiais, Vera e Cássio Tottene.

Um dos grandes destaques do leilão foi o volume de mais de R$ 700 mil em negócios gerados pela fêmea Allegra FIV da RSI com a venda de três aspirações com média acima de R$ 180 mil (sendo uma delas para a dupla Henrique e Juliano) e a venda de 50% de uma de suas filhas, a bezerra Niyatti FIV Serilon, com apenas 35 dias, adquirida por Dado Fernandes por R$ 150 mi. Outro destaque foi a venda de Opha FIV Mafra adquirida pela Nelore Arco-íris, de Gelson e Gilson KTY, juntamente com Igor Marques, do Nelore Conquista.


No dia 30 aconteceu o Leilão Virtual Genética e Produção Serilon, com faturamento acima de R$ 2,5 milhões. Nos dois remates, compradores do Piauí, Maranhão, Espírito Santo, Goiás, São Paulo e Paraná estiveram presencialmente para conferir de perto a qualidade dos animais.


O criador Beraldo Barcelos Hentzy, de Vitória, ES, veio especialmente para comprar no Leilão e acompanhar o evento. Está há quatro anos na criação de nelore PO e iniciou a atividade para produzir touros que atendam sua criação comercial. O gosto pela criação, no entanto, já o fez repensar e ampliar sua participação em eventos preparando SNL Agropecuária para um novo tempo.


Igor Marques, do Nelore IN, veio do Piauí especialmente para comprar animais melhoradores para o seu plantel PO, iniciado em 2014. André Noleto veio do município de São João dos Patos, no Maranhão também para comprar animais no leilão. Há apenas um ano no Nelore PO, pretende investir em genética e ser referência em sua região.


Cássio Tottene está feliz com o resultado e a projeção de sua marca para todo o Brasil, com as vendas virtuais e presenciais.

“É a concretização de um sonho e de muito trabalho para fazer um Nelore com a qualidade e a eficiência produtiva que o pecuarista precisa”.

Os resultados superaram suas expectativas e o criador já planeja novos remates para 2022.


Reportagem publicada na edição de novembro de 2021 da revistanelore. Leia a edição completa AQUI.