top of page
Banner-Tristeza-Parasitaria_966x450px.png
Buscar
  • Foto do escritorPor revistanelore

Touro NWP - 2.353 vence Prova de Ganho de Peso da Expoingá 2023



O touro NWP - 2.353 foi o grande campeão da Prova Ganho de Peso da Raça Nelore da Expoingá 2023. Durante o período de confinamento, o animal “engordou” 167 quilos, chegou com 429 quilos, e terminou a competição, com 596; média de 2,783 quilos, por dia.


No geral, os 29 machos, que participaram do desafio, alcançaram uma média de conversão de alimento em carne de 1,750 quilo, por dia.


Ricardo Pulzatto, proprietário do animal, destacou que o resultado o surpreendeu. “Eu acreditava em um bom desempenho, mas a vitória foi uma surpresa”, comentou. Na opinião dele, o título coroa o “rigoroso trabalho de seleção genética”, que está na segunda geração, ao recordar do pai, Wilson Pulzatto; fundador da Sociedade Rural de Maringá, que morreu em 28 de junho de 2021, vítima de complicações provocadas pela Covid-19.


Ricardo participou da prova com quatro animais. Além do vencedor, o NWP - 2.389, ficou em terceiro lugar. Ela contou que, durante a apartação na Fazenda Santa Fé, os dois touros chamaram a atenção dele. “São machos de características similares. No visual, têm detalhes que os diferenciam no meio do rebanho”, afirmou.


Investimento


A constatação de que melhoramento genético, associado a nutrição, resulta em investimento, com retorno garantido, também, pode ser visto no leilão que comercializou os 29 animais participantes da Prova. De acordo com Ricardo, o valor de venda dos touros dele ficou 20% acima do estimado. “Comprova que estamos no caminho certo, atualizados e em sintonia com as exigências do mercado”, frisou.


No total, o Primeiro Leilão Prova Ganho de Peso Nelore Maringá contabilizou R$ 631.200,00. Todos os 29 animais foram vendidos. O touro que alcançou o maior valor foi FNPN - 6.891, de propriedade de Ana Maria Garcia Andreetta, arrematado por R$ 36.000,00. Na Prova, ele ficou em quinto lugar.


ABCZ


Em visita à Expoingá 2023, o presidente da Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ), Gabriel Garcia Cid, elogiou a iniciativa da Diretoria da Sociedade Rural de Maringá (SRM) de resgatar a realização da prova. Citou que a entidade foi “feliz” ao adotar os critérios técnicos de avaliar rendimento de carcaça, cobertura de gordura e índice de marmoreio, por meio de exame de ultrassom, aliadosaos aspectos e características visuais da raça.


Aproveitou, ainda, para justificar a ausência de animais da propriedade dele na competição. “O Beto Góes, coordenador da prova, convidou-me. Mas, por questões de agenda, eu tive que abrir mão. No próximo ano, no entanto, vamos participar”, concluiu.


Resgate


Depois de um longo período de ausência, a Prova Ganho de Peso voltou a integrar a programação oficial de uma edição da Exposição Feira Agropecuária, Industrial e Comercial de Maringá, a Expoingá. Foram 66 animais de três raças; 29, Nelore; 10, Angus; e 27, Brangus.


O rebanho ficou mantido em regime de confinamento, nas instalações do Parque de Exposições de Maringá, e receberam uma dieta equilibrada, de acordo com as características e peso de cada um.A cada 15 dias, foram são pesados para avaliar a evolução e verificar a taxa de conversão. O tempo do Nelore foi de 75 dias; Angus e Brangus foi de 45.


MARISPAN_1270x190 (1) (1).gif
bottom of page