A Fazenda Valônia está situada entre os municípios de Lins e Cafelândia, no estado de São Paulo. Tem uma área 1.674 hectares, com 20% de reserva legal averbada na escritura.

    João Aguiar, seu proprietário, desenvolveu o gosto pela agricultura e pecuária principalmente, através do convívio e das lições de seu avô, Amador Aguiar, fundador do Bradesco e, também da Santa Maria Agropecuária Ltda., empresa da família, que administrou por 25 anos.

    Em meados dos anos 60, a Santa Maria possuía 13 fazendas e seu fundador adquiriu uma vacada Nelore P.O. da famosa marca Taça, de Durval Menezes, criador do estado do Rio de Janeiro. Essas matrizes foram encaminhadas para a Fazenda Santa Maria, em Pirajuí – SP, com a finalidade de produzir tourinhos para as outras fazendas da empresa que criavam gado comercial.

    Como resultado deste trabalho, as fazendas da Santa Maria, nas regiões de Umuarama e Paranavaí, comercializavam bezerros de 8 a 10 meses com preços acima da média de mercado.

    Em 1993, João iniciou a formação de seu próprio plantel de Nelore Mocho, enriquecido em 1997, pela aquisição do gado P.O. da Santa Maria, então com mais de 30 anos de seleção, quando a empresa decidiu deixar a atividade. Nos anos seguintes, incorporaram-se à Valônia, grandes matrizes dos mais renomados plantéis do Brasil como os de Manoel Carlos Barbosa, Carlos Viacava, Ovídio Brito, entre outros.

    Em 2004, o criador de Nelore Mocho, João Aguiar, resolveu encarar um novo e mais difícil desafio, que foi o de começar a investir com muito critério e rigor na formação de um plantel de qualidade na raça Nelore padrão.

    Sem fazer muito alarde, de 2004 em diante, adquiriu matrizes em fazendas e leilões de renomados criadores de Nelore, como a Fazenda Cedro, Fazenda Santa Nice, Fazenda do Sabiá, Carpa, etc.

    Em 2010 a Valônia participou ativamente no leilão de liquidação do gado P.O.I . do saudoso Rubico Carvalho, da Fazenda Brumado, adquirindo 7 matrizes jovens para ter um importante banco genético na propriedade. Trata-se de uma unidade P.O.I.  (puro de origem importada) dentro da fazenda, para ajudar o Brasil a preservar a genética proveniente da Índia.

    Certamente, em pouco tempo, a Fazenda Valônia será um dos grandes nomes do Nelore no Brasil, como já vem ocorrendo. Exemplo disso, são os dois Grandes Campeões que a Fazenda produziu – Rufo FIV da Valônia, que foi Grande Campeão em Fernandópolis e Reservado Grande Campeão Nacional na Expoinel 2011 e Podium FIV da Valônia, que foi Grande Campeão de Araçatuba e da Expoinel do Rio de Janeiro 2011. Rufo foi recorde de preço do Leilão Elo de Raça 2011 quando teve 50% de sua propriedade vendida para a Comapi e é hoje o Melhor Macho Jovem do Ranking ACNB 2011.

    Portanto, a seleção Nelore da Valônia tem tradição, raça e história para contar. Seu objetivo é produzir um Nelore de raça, provado, com muito critério e dedicação, empregando tecnologia e assessoria de alto nível, para oferecer ao mercado, touros e matrizes que contribuam para o sucesso de seus clientes e da pecuária nacional.

(14) 3532-6158

(11) 2176-2040

fazendavalonia.com.br

A revistanelore é uma publicação que surgiu em setembro de 1990 para acompanhar a principal raça da pecuária de corte brasileira. Nestes 28 anos de circulação regular tornou-se um documento da evolução do Nelore e da atividade como um todo, registrando seus números, a frequente entrada de novas tecnologias, o pensamento crítico de seus agentes e o dinamismo de seus protagonistas.

Porta-voz da raça símbolo da pecuária de corte nacional, tem distribuição em todo o País e mercados internacionais como Bolívia, Paraguai, Venezuela, Colômbia, Costa Rica, Nicarágua, República Dominicana, México e Estados Unidos.

nelore

Rua Tibério, 311 - Água Branca - São Paulo - SP Brasil

CEP: 05042-010 • Telefone:  (55) 11 3873-0854

nelore

multiplataforma

acesse...

Baixe o aplicativo e siga-nos nas redes sociais:

  • Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon